Esta minha poesia // Simples, como o meu valor // São os sopros da magia // Com que descrevo o amor !!! JFC
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Este site contém versos // De variado sabor // São sentimentos dispersos / Refletindo a minha cor !!! JFC
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* Blogue especialmente dedicado à minha filha *Marta Castro *a razão da minha vida *
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Sombras

---
Sombras sem nome e sem rosto
Deambulando perdidas
Nos palcos da solidão
Lampejos de fogo posto
Queimado todas as vidas
Que nem sequer vidas são

Sombras de cor diferente
Que quase sempre parecem
Mistérios vindos do além
Salpicos d’amor ausente
Que embora tristes, merecem
Toda a luz que a vida tem

Sombras dum fado menor
Rimando horas de sono
Com sonhos por decifrar
Corações em desamor
Que se dão ao abandono
Antes do dia chegar

Janeiro 2013

Sem comentários: