Esta minha poesia // Simples, como o meu valor // São os sopros da magia // Com que descrevo o amor !!! JFC
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Este site contém versos // De variado sabor // São sentimentos dispersos / Refletindo a minha cor !!! JFC
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* Blogue especialmente dedicado à minha filha *Marta Castro *a razão da minha vida *
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Balas de poesia

---
Matei a timidez com balas de poesia
Matei a ilusão com frases de azedume
Ganhei a lucidez da minha nostalgia
Com fados de paixão escritos p’lo ciume

Matei também o medo em que me sinto vivo
Medo que se revela em suspiros e ais
Desvendei o segredo e assim tive um motivo
Para abrir a janela ao sol dos ideais

Janela aonde chega o luar crepitante
Luar que não aquece a minha solidão
Janela onde revejo o teu amor distante
Que ao longe me parece a lava dum vulcão

Abril 2013

Sem comentários: